RSS

Arquivo diário: 19/11/2013

A segurança pública está falida.

boaA segurança pública está falida.

Se por um lado as manifestações ostensivas dos “black blocs” é um fato novo para a sociedade, por outro colocaram às vistas a real gravidade da nossa segurança pública. Não adiantaram os esforços que PM fez nos últimos anos, perante nós com o intuito de mudar a sua imagem truculenta veja o exemplo das UPPs no Rio de Janeiro. Em São Paulo a situação é diferente enquanto as autoridades pregam uma coisa, nas ruas acontecem outras. Nos últimos cinco anos a polícia do Estado de São Paulo matou mais que toda a polícia americana. Enquanto a polícia de Nova York matou  nove pessoas em 2011, a de São Paulo assassinou cerca de 250 pessoas. No Rio de Janeiro foram quase 300 mortes. Por outro lado, para cada 100 mil policiais brasileiros, 17,8 são mortos em serviço e 58,7 são mortos fora de serviço. A nossa legislação sempre foi fraca e piorou desde a época da ditadura em que os órgãos de segurança faziam justiça com as próprias mãos. Mas não podemos esquecer que, muitas ações da PM salvaram vidas, resgataram pessoas que foram sequestradas, combateram o tráfico de drogas e tiraram das ruas milhares de bandidos perigosos. Muitos policiais militares e civis morreram combatendo o crime organizado que controla muitos presídios. Eis o resultado contraditório entre o legal e o ilegal. “Em São Paulo um coronel da PM que foi agredido por elementos do “black blocs” e ficou ferido com gravidade defendeu que:” Precisamos discutir aspectos legais para envolver esse novo contexto que torne mais duras as punições a pessoas que se julgam no direito de invadir manifestações legítimas e produzir toda essa gama de destruição” essas foram às declarações que o coronel fez a Folha de São Paulo. Já no Rio de Janeiro 25 policiais militares agiram como criminosos no momento em que sequestraram, torturaram, mataram e sumiram com o corpo de um pedreiro. Desse total 13 foram presos e 12 respondem a processo em liberdade. Uma guarnição inteira envolvida em um crime. A nossa segurança pública trabalha sem recursos e despreparada. Uma polícia que morre e que mata muito; a baixa resolução de crimes; a falta de confiança da população; o aumento do número de homicídios e de estupros; as penitenciárias superlotadas. Para que esse fato seja mudado é preciso uma série de ações e de mudanças estruturais, entre elas: questão salarial dos policiais e a retomada do princípio da autoridade. A escalada da violência é vertiginosa e precisamos de respostas que esse modelo de autoridade não está oferecendo. Segundo um levantamento recente mais de 70% da população não confia e nem acredita no trabalho de muitas polícias do país, enquanto nos Estados Unidos, essa relação se inverte: 88% da população confiam nos órgãos encarregados do policiamento e investigação.  Sociedade insegura, criminosos se livrando das punições por causa das falhas nas leis e o descredito na Polícia. Por isso eu digo a nossa Segurança Pública está falida.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19/11/2013 em Protestando !!!

 
 
%d blogueiros gostam disto: